Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Destaques Comunidade da UFSCar tem acesso a Wi-Fi seguro em mais de 60 países

Comunidade da UFSCar tem acesso a Wi-Fi seguro em mais de 60 países

A UFSCar concluiu recentemente a preparação de suas bases de dados e infraestrutura de Internet para o acesso de sua comunidade universitária - servidores docentes (efetivos, substitutos, seniores e voluntários) e técnico-administrativos; estudantes de graduação e pós-graduação stricto e lato sensu; pós-doutorandos e preceptores - ao serviço eduroam, que provê o acesso sem fio à Internet, com segurança, em instituições acadêmicas de mais de 60 países.

No Brasil, o eduroam é gerenciado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e tem como princípio básico a autenticação do usuário em sua instituição de origem, bem como a autorização, por parte dessa instituição, para uso dos recursos da rede sem fio. Tecnicamente, este não é um desafio simples, como explicam integrantes da equipe da Secretaria Geral de Informática da UFSCar (SIn). "Como já abordamos em outras ocasiões, tudo começa com o Número UFSCar, identificação única que demandou um esforço imenso de compatibilização de informações espalhadas e/ou duplicadas em diversas bases de dados institucionais, e que é justamente o que permite o acesso a todos os sistemas e serviços digitais oferecidos pela SIn, inclusive o eduroam, utilizando a mesma identificação de usuário e a mesma senha", relata Cláudia Alves de Souza Mello, Secretária de Informática da Universidade.

"A atenção à confiabilidade da base de dados que sustenta o Número UFSCar é, agora, um trabalho contínuo e permanente. Além disso, há cerca de um ano e meio iniciamos também os trabalhos de compatibilização e integração entre servidores e bancos de dados na UFSCar e na RNP, sem os quais o acesso ao eduroam não seria possível", complementa Fábio Rogério da Silva, Chefe do Departamento de Redes Lógicas da SIn. "Houve também a necessidade de muitos diálogos com a equipe técnica da RNP para o equacionamento das questões relacionadas à segurança. Agora, o eduroam será extremamente útil principalmente para integrantes da comunidade universitária que viajam com frequência, mas também para quem recebe visitantes na Universidade, já que o acesso à rede nos campi será mais fácil para pessoas de instituições que também estão associadas ao serviço", avalia Fabiano Losilla de Carvalho, Chefe da Seção de Redes Físicas da Secretaria.

Desde o início da divulgação do serviço eduroam, na véspera do feriado de Páscoa, 50 integrantes da comunidade UFSCar já acessaram a rede por essa via. Mais interessantes, no entanto, são os números relativos a visitantes que acessaram a rede utilizando as credenciais de suas instituições de origem: nesses primeiros quatro dias, a SIn registrou acessos vinculados a 28 instituições, de 12 países.

Como acessar
Para utilizar o eduroam, integrantes da comunidade universitária devem configurar seus dispositivos para acesso conforme instruções disponíveis no site da SIn. Estando em outras instituições no Brasil ou no exterior, precisam apenas escolher a rede sem fio que leva o nome do serviço (eduroam) e fazer o login com a mesma senha que utilizam nos sistemas da UFSCar. Em relação à identificação de usuário, devem usar seu Número UFSCar seguido de @ufscar.br.

A rede eduroam substituirá a atual rede WIFI-UFSCar também nos campi da Universidade. Em São Carlos, ambas as redes ficarão disponíveis durante um período de transição, mas, a partir de maio, a WIFI-UFSCar será descontinuada. Nos demais campi, a implantação será gradativa, e o planejamento é que a nova rede esteja disponível em todos eles até o final deste primeiro semestre.

Em caso de dúvidas ou dificuldades, o usuário pode entrar em contato com o serviço de Atendimento e Suporte ao Usuário da SIn (helpdesk).

- Confira aqui tutorial sobre o acesso à rede eduroam

- Confira aqui tutorial sobre como saber qual é o seu Número UFSCar